Pesquisas Eleitorais

 
Encontre aqui sua Pesquisa
EMPATE TÉCNICO
É considerado empate técnico quando a diferença entre os candidatos se encontra dentro das margens de erro das pesquisas, ou seja, quando há superposição dos respectivos intervalos de confiança dos candidatos.

Suponha que em determinada pesquisa a margem de erro seja de três pontos percentuais, o candidato A tenha 27% das intenções de voto e o candidato B tenha 30%.

Nesse cenário, o candidato A pode ter um índice entre 24% e 30%, enquanto o candidato B terá de 27% a 33% das intenções de voto. Portanto, ambos poderão ter seus indicadores entre 27% e 30%, numa superposição que caracteriza o empate técnico.

Numa outra pesquisa, realizada nas mesmas condições, o candidato A poderia ter 29% e o candidato B também 29%, ou o candidato A ter 30% e o candidato B 27% das intenções de voto.

Esse mesmo raciocínio também vale para dizer se uma eleição acabará ou não no primeiro turno. Por exemplo, considerando uma pesquisa cuja margem de erro é de três pontos percentuais, o candidato A tem 38% das intenções de voto e a soma dos demais candidatos é 35%, não se pode afirmar que a eleição acabará no primeiro turno, pois a diferença entre o índice do primeiro colocado e a soma dos demais está dentro da margem de erro da pesquisa.

Para poder afirmar que uma eleição acabará no primeiro turno, a diferença entre a intenção de voto do primeiro colocado e a soma das demais candidaturas deve ser superior à margem de erro da pesquisa.